Se você tem alguma dúvida sobre a saúde do seu animal
PERGUNTE AO
VETERINÁRIO

vet@kennelclub.com.br
Picadas de Insetos e Aranhas
Koala Hospital Animal

ABELHAS, VESPAS E MARIMBONDOS
As picadas de abelhas, vespas e marimbondos causam, localmente, reação inflamatória e dolorosa com grau variável de edema. A consideração clínica mais importante relacionada à picada de insetos é a possibilidade de reação anafilática. Trata-se de uma reação imunológica que ocorre em um indivíduo sensibilizado por exposição a um antígeno específico, e que resulta em urticária, colapso vascular, estado de choque, disfunção respiratória, podendo até ser letal. As picadas na região da faringe ou do pescoço podem resultar em edema (inchaço) em torno das vias aéreas superiores, causando distúrbios respiratórios e até asfixia.

O tratamento pode consistir na aplicação de diversos medicamentos e deve ser implementado o mais rápido possível. Os corticosteróides podem ser administrados para reduzir a resposta inflamatória e a dor. Picadas menos graves requerem somente compressas geladas, repouso e observação cuidadosa na expectativa de complicações.


PICADAS DE ARANHAS

As picadas de aranhas são difíceis de diagnosticar porque o sinal da picada geralmente é muito pequeno.

O veneno da Lactrodectus spp. (viúva-negra) é altamente tóxico aos mamíferos. No início, as picadas podem provocar edema local e dor, mas a substância tóxica pode provocar manifestações neurotóxicas, incluindo espasmos musculares, ataxia (incapacidade de coordenação dos movimentos musculares) e salivação. Convulsões e paralisia podem surgir em torno de seis horas nos casos agudos, ou após vários dias, quando os efeitos tóxicos forem menos graves.

Nos cães, o envenenamento resulta em uma sensibilidade excessiva a qualquer estímulo, dor muscular progressiva, hipertensão e excitabilidade intensa. A rigidez muscular (frequentemente abdominal) sem sensibilidade é uma marca característica. Os sinais paralíticos são mais acentuados nos gatos e aparecem precocemente, isto porque os gatos apresentam maior sensibilidade à toxina. Como tratamento, deve ser administrado antídoto específico.

As picadas de aranhas Loxoceles spp. (tarântulas) causam manifestação por longos períodos. Os primeiros sintomas incluem coceira e edema, e acabam evoluindo para a eventual formação de bolha e ulceração focal, começando com uma lesão clássica chamada olho-de-boi. A formação da úlcera pode levar vários dias para se tornar evidente e pode levar meses para cicatrizar. Ela frequentemente leva a uma
cicatriz desfigurante.
O paciente pode apresentar febre, fraqueza, dor articular e convulsão. Pode ser letal.

Infelizmente, o diagnóstico é difícil até que se forme a úlcera completa (7 a14 dias após a picada). Não existe antídoto específico neste caso. Inicialmente, os corticosteróides devem ser administrados juntamente com a aplicação de compressas geladas. Antibióticos podem ser usados no caso de úlceras grandes
ou profundas.

Se você perceber que o seu animal foi picado por um inseto ou por aranha, leve-o imediatamente ao veterinário. Caso você não possa levá-lo rapidamente, lave a ferida com água corrente e leve-o assim que possível para que seja administrada a medicação adequada. O fator tempo é essencial nestes casos.