Características Gerais

Padrão FCI n. 342
Grupo n. 1, Cães Pastores e Boiadeiros (exceto os Suiços)
Tamanho Macho: 51 a 58cm Fêmea: 46 a 53cm
Peso padrão não comenta
Pelagem mediana
Agressividade moderada
Aptidão pastor
Atividade
Espontânea
média
Área para criação média
País de Origem Estados Unidos

 

Clique para ver

 
Australian Shepherd

Existem várias teorias sobre a origem do Australian Shepherd. O fato é que a raça, como a conhecemos hoje, foi desenvolvida nos Estados Unidos.
É provável que tenha se originado na região Basca das montanhas dos Pirineus, entre a França e Espanha, mas devido a sua associação com os Pastores Bascos que vieram da Austrália para os Estados Unidos em torno de 1800, acabaram recebendo o nome de Australian Shepherd.
Antes, porém, ele foi conhecido por muitos nomes, tais como: Pastor Espanhol, Cão Pastor, Bob Tail, Blue Heeler, Pastor do Novo México e Pastor da Califórnia. No Brasil foi, durante algum tempo, chamado de Pastor Australiano.
Nos EUA um estilo de montaria, “western horseback riding”, popularizou muito a raça, que era freqüentemente vista em rodeios, filmes e programas de televisão. A facilidade de aprendizagem e a versatilidade o tornaram muito útil nos ranchos e fazendas.

Os rancheiros continuaram a desenvolver a raça, mantendo a adaptabilidade, a inteligência aguçada e os instintos de pastor.
O Australian Shepherd, ou Aussie, como é carinhosamente chamado, é um cão de grande versatilidade, sendo usado não só como pastor e guarda em fazendas, mas também em serviços humanitários. É um excelente guia para cegos, farejador de drogas e cão de busca e resgate, além de poder ser usado em terapias e no auxílio a deficientes auditivos.

O Australian Shepherd é inteligente, ativo, disposto, de boa índole e raramente briguento, podendo ser, por vezes, reservado com estranhos.

A pelagem é dupla com subpêlo que varia em quantidade de acordo com o clima. O pêlo tem textura média, sendo liso ou levemente ondulado e de comprimento mediano.

A cor é azul-merle, preto, vermelho-merle, vermelho, todos com ou sem marcas brancas e ou pontas de cor cobre.

Na aparência geral ele é um cão de porte médio, bem balanceado, um pouco mais longo do que alto, com ossatura média e pelagem de cores variadas e únicas. A cauda, por vezes, é naturalmente curta, mas existem casos em que o cão nasce com ela. Nesses casos deve ser efetuada a amputação e o comprimento não deve exceder os 10 cm.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!