Características Gerais

Padrão FCI n. 160
Grupo n. 10, Lebréis e Raças Assemelhadas
Tamanho 71 (mínimo) a 86 cm
Peso 40 a 55 kg
Pelagem medianamente curta
Agressividade mediana
Aptidão caça, guarda e companhia
Atividade
Espontânea
alta mais adaptável
Área para criação grande mais adaptável
País de Origem Irlanda

 

Clique para ver

 
Irish Wolfhound

Uma aura romântica e antiga envolve a origem desses maravilhosos e velozes cães da Irlanda. No Século II Arrian cita em suas escritas Hounds que foram trazidos para Grécia durante a invasão dos Celtas que saquearam Delfos em 273 A. C.
A raça já era muito conhecida na época Romana mas a primeira prova autêntica data de 391. É uma carta onde o Consul Romano Quintus Aurelius Simmachus agradece o presente de 7 Wolfhounds recebidos de seu irmão. Esses cães foram usados em circos de combate e Quintus agradece dizendo: "Toda Roma os viu, maravilhados".
A literatura primitiva e antigas leis irlandesas evidenciam que esses animais eram criados com grandes estima e nos primeiros séculos eram muito famosos por sua perícia e sabedoria como caçadores, por isso monarcas estrangeiros tentavam comprar Wolfhounds para presentear a realeza. A disputa pela posse desses animais era tão grande que a realeza chegava a fazer uso de suas espadas, travando até batalhas.
A força destes animais é tão grande que em combate os Mastiffs ou Bulldogs (na época maiores e mais ferozes) não tinham grandes chances.
Com o desaparecimento dos lobos e alces e a grande exportação, eles quase foram extintos. Graças ao Capitão G. A. Grahann do Exército Britânico, que reuniu alguns espécimes remanescentes e se utilizou de criteriosos cruzamentos, a raça foi reabilitada, sendo usado na caça de javalis, coiotes, e outros animais de grande porte.
Muitos hoje em dia não estão sendo usados em caçadas e vivem tranquilamente em lares privados, sendo bem comportados e dignos.

A cor pode ser cinza, rajado, vermelho, preto, puro branco, castanho claro e qualquer outra cor que apareça no Deerhound.
Na aparência geral é o maior cão do mundo, e apesar de ser o mais alto dos hounds de corrida, é simétrico, muito musculoso, combinando força com rapidez e agilidade. Tem pelagem dura, sobracelhas felpudas, olhar penetrante, mas por trás da sua aparência forte carregam um bom coração.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!