OLÁ PESSOAL
Hoje, vamos discutir alguns fatores que influenciam no aprendizado do cão.
A facilidade com que um cão aprenderá um determinado exercício depende de vários fatores:

CARACTERÍSTICAS

DE RAÇA
Os cães de raça foram desenvolvidos através de acasalamentos selecionados, visando determinadas características, tais como aptidão para a caça, a guarda, o pastoreio, etc. Em cada cão, estes traços estão presentes em diferentes níveis de intensidade e, dependendo do que queremos ensinar ao cão, poderão auxiliar
ou atrapalhar o nosso trabalho.
Por exemplo, um Beagle, com um forte instinto de caça, tende a se distrair muito facilmente com os cheiros que encontra pelo caminho. Portanto, teremos que nos empenhar muito mais no seu treinamento para que ele execute perfeitamente o comando JUNTO.
TEMPERAMENTO
Define-se temperamento como a capacidade do cão em exercer uma determinada função para a qual foi criado. Portanto, não existem bons ou maus temperamentos e sim temperamentos adequados ou inadequados.
O temperamento é afetado pela vontade em exercer o trabalho para o qual a raça foi criada e pela vontade em trabalhar para o seuC dono. Por exemplo, um retriever pode gostar muito de buscar objetos, mas pode não gostar de andar JUNTO.
BOA SAÚDE
Se o cão estiver doente, será difícil se concentrar nas lições.
MEIO AMBIENTE
O ambiente exerce uma grande influência no cão. Os cães são bastante sensitivos e se considerarem o ambiente hostil, ou perceberem que o seu dono está tenso ou bravo, haverá um impacto negativo na habilidade do cão aprender.
Aliás, a atitude do dono é o que mais afeta a capacidade de aprendizagem do cão.
CONSISTÊNCIA
Os cães não entendem o significado de "ÁS VEZES" ou "TALVEZ". Eles entendem o significado de 'SIM' ou "NÃO", "AGRADÁVEL OU DESAGRADÁVEL", "SEMPRE OU NUNCA".
Para que o cão aprenda, deve-se ter a mesma atitude sempre. Se é permitido ao cão pular em você quando chega do trabalho, não adianta se zangar se ele pular e sujar sua roupa quando você estiver arrumado para ir a uma festa.

Tenho recebido muitos e-mails de pessoas que dizem não conseguir fazer com que seu cão
Sente ou Deite, apesar de seguirem as instruções das aulas direitinho!!
Bem, aí entra um outro fator, o mais importante de todos:

Brincar de luta

com seu cão
Ensina ao cão a se impor contra o dono. Esta é uma forma de treinamento não intencional que não é desejável. Ao invés de brincar de luta, ensine seu cão
a buscar um objeto, como uma bolinha, ou um frisbie.
Elogiar na hora

errada
Normalmente, os cães recebem prêmios e elogios em momentos incorretos, dando ao cão a impressão que o comportamento que ele está exibindo naquele momento é o correto. Por exemplo, acariciar o cão quando ele mostra sinais de medo ou agressividade. O que o dono pensa é que está acalmando o cão, mas o que ele realmente está dizendo ao cão é que a atitude dele está correta e é certo ficar com medo ou ser agressivo.
Chamar o cão
Apesar de já termos discutido isto anteriormente, muitas pessoas se esquecem e continuam chamando o cão e punindo-o quando ele chega. Por exemplo, o cão sai correndo atrás de outro cão para brigar. Você, desesperado, chama o seu amigão "Rex, venha já aqui!". Rex obedece e SURPRESA, leva uns safanões. Adivinhe se ele virá da próxima vez que você chamá-lo?????
Não chame o cão para nada que ele considere desagradável. (cortar as unhas, tomar remédio, tomar banho). Sempre que o cão responder ao seu chamado ele deverá ser recompensado primeiro!!!!!!!

Então pessoal, vamos prestar mais atenção nestes fatores tão importantes para o
aprendizado de nosso cãozinho. Tenho certeza que agora, com estas dicas,
será muito mais fácil educar seu amigão.

Abraços,

 
Onde educação se faz com diversão!
 
 
 
 
Helena A. Hestermann info@happydogs.com.br